Imagem capa - Guia Completo para Garantir Fotos Perfeitas do seu Casamento ao Ar Livre por Lucas Dreher
Dicas

Guia Completo para Garantir Fotos Perfeitas do seu Casamento ao Ar Livre


Você começou a planejar o seu casamento ao ar livre e surgiram um monte de dúvidas, certo?

É normal. Esse tipo de cerimônia realmente exige mais planejamento, pois alguns detalhes podem fazer toda diferença.

Neste pequeno guia, vou te ajudar a organizar as ideias para ter um casamento aberto perfeito. Bom, posso ajudar com relação as fotos, ok?


DICA 1 - O HORÁRIO

A primeira e mais importante dica é o horário da cerimônia! Se você planeja que o casamento seja no pôr-do-sol por exemplo, é necessário pesquisar a que horas o sol irá se pôr naquele determinado dia e cidade. 

No Google é super fácil de pesquisar, você simplesmente coloca: "Pôr do sol 06/09/20 em Maringá" e ele irá te dar a hora certa! Mas esse horário é quando a luz do sol deixará de existir nesse dia! hahaha. 

Então calcule:

O tempo médio de cerimônia (Entre 40min e 1 hora) + tempo de chegada dos convidados (Entre 15 e 30 minutos depois do horário do convite) + uma pequena margem para atrasos (Salão de beleza, deslocamentos, etc.) = Cerca de 1:30 antes do pôr do sol.

Obs 1: Evite o horário em que o sol estará mais de cima para baixo (Entre 10:30 e 15:30) pois além do desconforto do sol muito forte, as sombras que ele gera são muito feias, todo mundo fica parecendo panda, com os olhos escuros, hahaha. Sombra em baixo do nariz, no pescoço. Não é legal meu povo! Início da manhã ou final de tarde não tem erro!

Obs 2: Se você quer que o ensaio dos noivos após a cerimônia ainda tenha luz do sol, aumente 30 minutos a essa conta!


DICA 2 - ILUMINAÇÃO ARTIFICIAL

Se você pensa em um casamento noturno, comece a pensar também na iluminação! Afinal, não se faz fotografia sem luz!

E no caso de casamentos abertos, não é possível simplesmente rebater a luz do flash, pois não é possível rebater a luz no céu! hahaha.

Mas pense na luz principalmente para poder curtir o casamento, afinal, se você não estiver vendo bem o noivo, qual será a graça?

Então vale tudo! Só não vale luz verde de jardim. PELO AMOR DE DEUS. Varal de lâmpadas, luzes no corredor, luzes cênicas, refletor, etc. Vai depender do seu estilo! 

E aqui vai uma dica de ouro: Converse com quem irá enfrentar essa condição de luz e entende o que é necessário para uma bela foto! Quem? O seu fotógrafo, lógico. Até hoje não entendi como ficamos de fora desse planejamento na grande maioria das vezes :/



DICA 3 - LOCAL

A escolha do local também é de suma importância. Quanto mais limpo o ambiente, menos distrações terão nas suas fotos. Querendo ou não, um poste no fundo da imagem chama muita atenção. Assim como portões, construções, enfim, você entendeu o conceito.

Ambientes Limpos = Foco nas pessoas

Uma dica IMPORTANTE: Se vocês (noivos) forem ficar no sol, os convidados também precisam ficar. E se vocês estiverem na sombra, todo mundo tem que ir pra sombra! 

É meio difícil de explicar por texto, mas vamos tentar, sem "tecnês": As câmeras "enxergam" apenas uma luz de cada vez. Então se os noivos estão na sombra (ou mais escuro que no sol) eu vou configurar a câmera para que eles fiquem na claridade correta, o problema é que ela irá compensar toda a luz da foto. Ou seja, seus convidados que já estão claros com o sol, ficarão muito mais claros. Então para que todo mundo fique na mesma claridade, é importante que todos estejam no mesmo ambiente. Deu pra entender? Na foto do exemplo, os noivos estão na sombra, então o fundo "estourou" de luz.


DICA 4 - O PLANO B

Se você é uma pessoa com muita fé, pode fazer o seu casamento sem plano B. Mas se esse não for o seu caso, procure sempre ter uma plano B para chuva! 

Hoje em dia, existem tendas transparentes para esse fim. Fica lindo e protegido! 

Tem gente que fornece guarda-chuva para todos os convidados, também funciona e ainda adiciona estilo a cerimônia. Mas aí já é questão de gosto. E da força da chuva também, hahaha.

Ou então, uma segunda opção de local para a cerimônia. Lembrando que isso exige uma baita mudança logística para o pessoal da decoração, então estabeleça um horário máximo de decisão para usar o plano B.


DICA 5 - ÉPOCA DO ANO

Essa dica ajuda muito na dica anterior! Escolha uma época com poucas chuvas na região para ter menores índices de imprevistos possível.

Muito calor também não é legal, assim como frio. Nenhum extremo é bem vindo num casamento a céu aberto. Pense no conforto do seus familiares e amigos! Um leque de papel para o calor e mosquitinhos também é um charme especial!

Prefira marcar a data no outono ou na primavera, sendo mais indicados os meses de abril, maio, setembro, outubro e novembro.

Essas informações também variam de região pra região. Então use o buscador mais famoso do mundo e se informe sobre o clima da região!


Se você seguir todas as dicas desse post, tenho certeza de que as fotos do seu casamento serão inesquecíveis. Assim como o seu dia será!

Mande esse post para as suas amigas noivas que estão pensando no casamento aberto e estão com muitas dúvidas!

Aproveita e deixe um comentário também, se tiver alguma informação para adicionar ou me dizendo se este post tirou alguma dúvida que você tinha!